Boi Gordo
R$ 317,15
12/04/2021
Soja (sc)
R$ 166,91
12/04/2021
Dolar
R$ 5,721
12/04/2021
Boa tarde! Hoje é terça, 13 de abril de 2021
NOTÍCIAS / Avicultura

  • 28/04/2020 Avicultura

Como a nutrição de precisão pode contribuir na produção de carne de frango de qualidade

Alimentação balanceada, com consumo de nutrientes de qualidade é essencial na manutenção da qualidade de vida de qualquer ser humano.


Afinal, somos o que comemos, então por que na criação de animais isso seria diferente? Pensando nisso, é certo afirmar que o investimento em nutrição de precisão na criação de carne de frango é uma boa maneira de aprimorar a qualidade do produto.

A nutrição de precisão é um método que aplica os nutrientes necessários na ração animal de acordo com cada fase do seu desenvolvimento. De acordo com o diretor da Quimtia Brasil, Anderson Andrade da Veiga, o processo traz benefícios para o produtor, como a redução de desperdício e a garantia do desenvolvimento do potencial genético das aves. "Com a nutrição, as aves crescem e ganham, diminuindo o tempo para o abate e ainda se tornam mais saudáveis para o consumo", salienta.

A criação de aves com qualidade superior pode ser um grande diferencial na venda para outros países, por exemplo. Visto que existe grande concorrência no ramo, a nutrição de precisão pode ser um dos fatores de distinção no mercado brasileiro, que é um dos que mais exportam este produto. De acordo com dados do relatório anual da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), o Brasil foi o país que mais exportou carne de frango em 2018, vendendo 4.101 mil toneladas do produto. Dentro desse cenário, o artigo mais vendido foi a ave de corte, seguido do frango inteiro.

A ração faz parte de uma tríade que contribui para a qualidade do frango, que também é composta pelo ambiente adequado e pela boa saúde do intestino das aves. Sabendo disso, o retorno econômico alcançado com o equilíbrio nutricional pode ser plenamente aproveitado pelo produtor. Porém, é preciso se atentar a alguns cuidados antes de dar início a esse processo.

Segundo o diretor regional, para que essa estratégia seja realizada da melhor forma possível é necessário dispor de um nutricionista experiente em alimentação de animais monogástricos e pelo acompanhamento de campo para avaliação dos resultados. "A participação de um especialista nessa área é muito importante para a criação de uma dieta equilibrada para o animal. Afinal, ele sabe quais nutrientes são necessários para cada fase da criação do frango, resultando em uma aplicação certeira dos recursos da empresa", explica.


Notícias relacionadas:

Enterite necrótica - por que deve ser controlada nas granjas

Alta do boi faz mercado interno alavancar crescimento da avicultura

Paraná produz um terço da carne de frango do Brasil

Para um melhor controle da Escherichia coli em granjas

Comentários Comente essa notícia

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre o uso de cookies.