Boi Gordo
R$ 317,15
12/04/2021
Soja (sc)
R$ 166,91
12/04/2021
Dolar
R$ 5,721
12/04/2021
Boa tarde! Hoje é terça, 13 de abril de 2021
NOTÍCIAS / Coronavírus

  • 22/06/2020 Coronavírus

Covid-19: Hospital de Campanha começa a atender pacientes em Cascavel

Estrutura montada no Centro de Convenções e Eventos foi efetivada nesta segunda-feira e realizou os primeiros 24 atendimentos durante a manhã


O Hospital de Campanha Nei Senter Martins, montando no Centro de Convenções e Eventos de Cascavel, foi efetivado na manhã desta segunda-feira (22) e deu início aos primeiros atendimentos. Nesse primeiro momento, o hospital será um centro de triagem para Covid-19 e atenderá das 7h às 19h, todos os dias da semana. Os pacientes poderão ficar no local, em observação, por até 12 horas. Caso necessitem de internamento, uma ambulância estará disponível para levar ao Hospital de Retaguarda Allan  Brame Pinho (Antigo Santa Catarina)

De acordo com o  secretário de Saúde, Thiago Stefanello, o atendimento será por agendamento via Call Center ou por  livre demanda. As pessoas que tiverem sintomas como tosse seca, coriza, febre, dor de cabeça podem ir diretamente ao local.  "Nós tínhamos cinco unidades que atendiam Covid-19 e foram fechadas para que os servidores possam estar aqui, nesse centro de triagem, em um local único e específico para atendimento à população, focado nos pacientes sintomáticos respiratórios", enfatiza o secretário.

O prefeito Leonaldo Paranhos disse que ao concentrar os procedimentos de Covid-19 que eram realizados nas unidades de saúde, o atendimento fica mais seguro. "Da forma que estava, nós estávamos muito vulneráveis. Primeiro porque  nós temos que ter material de equipamento de segurança em todos os lugares. Segundo: no formato que estava acaba tendo a possibilidade de muitas pessoas, provavelmente com o vírus, estarem em muitos lugares da cidade. Então aqui a gente tem toda uma estrutura, todos os profissionais estão aqui", observa o prefeito.

Aproximadamente 100 pessoas trabalharão no hospital de campanha. São médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, assistentes sociais e equipes do setor administrativo e de apoio. Na manhã de hoje eles foram recebidos com aplausos pelo prefeito Leonaldo Paranhos, secretários municipais e outras pessoas que acompanhavam o início dos trabalhos.

Entre os 100 profissionais que atuarão no Hospital de Campanha está a enfermeira Nilsa Maria Pirocelli. Ela é coordenadora da UBS do Bairro da Neva e agora atuará na unidade exclusiva para atendimento de casos suspeitos do novo coronavírus.

"Para nós, como servidores, é muito importante estar aqui. A gente está desempenhando o nosso papel na profissão que escolhemos", afirma. Ela reforça o pedido para que a população não negligencie o os cuidados para prevenir o avanço do vírus. "Quem puder fique em casa,faça a prevenção, lavagem das mãos, o uso correto das máscaras para não precisar vir aqui, mas se precisar nós estaremos aqui", completa.

Na primeira manhã, 24 pacientes procuraram atendimento no Hospital de Campanha.


Notícias relacionadas:

Secretaria de Saúde confirma mais 695 casos e 83 óbitos pela Covid-19

Com mutirões aos finais de semana, Paraná ultrapassa 1,6 milhão de aplicações

Paraná confirma mais 1.868 casos e 83 óbitos pela Covid-19

Informe registra mais 4.777 casos e 374 mortes pela Covid-19 no Paraná

Comentários Comente essa notícia

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre o uso de cookies.